Ortodoxia Morta – Hernandes Dias Lopes

 

Já preguei em muitas igrejas evangélicas por todo o país e verifiquei que em muitos púlpitos brasileiros, embora as mensagens sejam ortodoxas os resultados são poucos. Por quê? Os pregadores são frios. Pregam sermões bem organizados, mas sem poder. Têm ortodoxia, mas não espiritualidade. Os pregadores são o maior impedimento para o crescimento da igreja. O maior problema da obra é o obreiro. Muitos pregadores não estão comprometidos com a santidade. A palavra de Deus não arde o coração.

 

Como resultado, os sermões são enfadonhos e tediosos. Um sermão sem unção endurece o coração. Muitos pregadores sabem a respeito de Deus, mas não conhecem a Deus. Eles conhecem a verdade, mas não vivem a verdade. Têm conhecimento, mas não unção. Têm luz em sua mente, mas, não fogo no seu intimo. “O pregador deve queimar e brilhar. Ele deve ter calor no coração e luz na mente.”

 

A vida devocional dos pregadores é muito pobre. O ministério não é uma motivação forte para uma vida devocional profunda. Muitos ministros não oram, não choram, não tem o coração quebrantado nem amam ardentemente ao Senhor e seu povo. “Sem oração o pregador cria morte, não vida.” Muitos pregadores possuem eloqüência humana, mas não intimidade com Deus. Eles conhecem as escrituras, mas não o poder de Deus. Como os fariseus, são rigorosos nas mensagens publicas, mas permissivos em relação ao pecado de vida privada.

 

A vida do pregador deve ser a vida do seu ministério. A ortodoxia e a espiritualidade não podem ser separadas. Paulo disse a Timóteo: “Observe de perto a sua vida e a doutrina. Persevere nelas porque se fizer isso salvará tanto a si mesmo como a seus ouvintes.” (1Tm 4. 16).

 

A palavra de Deus deve ser pregada sob a unção e o poder do Espírito Santo. A condição espiritual da igreja contemporânea no Brasil e em todo mundo revela haver necessidade de um profundo reavivamento no púlpito. Quando alguém perguntou a Dwight Moody como começar um reavivamento na igreja, ele respondeu: “Acenda uma fogueira no púlpito”. Se tiver de haver um crescimento sadio na igreja, a Bíblia deve ser pregada integral, fiel e constantemente.

 

Extraído de “Pregação Expositiva” 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s