A CRUZ ESTÁ VAZIA

Vez por outra surge uma nova discussão sobre a forma como Jesus teria sido crucificado.
Sem dúvida do ponto de vista histórico é uma discussão relevante, mas em questões práticas faz muito pouca diferença. Isto porque o centro do cristianismo não está na forma como Jesus foi crucificado ou na intensidade do sofrimento ao qual foi submetido.
O centro dá fé cristã está na certeza de sua ressurreição.
A ressurreição de Jesus não pode ser objeto de investigação histórico-científica, pois não pode ser provada cientificamente nem desmentida pela história. É um fato real, mas não um aconte¬cimento histórico, porque ninguém o presenciou e nem poderia ter presenciado.
Nos relatos sobre a ressurreição de Jesus, os evangelistas quiseram deixar claro que a história de Jesus não havia acabado e que ele realmente está mais presente do que nunca. Trata-se de um acontecimento real, mas meta-histórico, porque foi percebido em seus efeitos e, sem ser histórico, toca a história enquanto contribui para modificar os acontecimentos deste mundo.
Não é um dogma a mais, mas é todo o cristianismo, visto que somente pela convicção dos discípulos houve Novo Testamento, Igreja e hoje há crentes.
Cristo, o Cordeiro de Deus, foi crucificado no dia da Páscoa, celebração que começava no entardecer do dia anterior, quando era feita a refeição da Páscoa (cf. Êx 12.8).
“Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi sacrificado.” ( I Cro. 5:7b)
Mas no terceiro dia ressuscitou.
A Cruz está vazia. Este é o verdadeiro sentido da Páscoa e é isto que devemos celebrar.
Feliz Páscoa e um feriado abençoado na presença do Cristo Vivo.

Anúncios

Uma resposta em “A CRUZ ESTÁ VAZIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s